quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Trecho do livro: Amor em minúscula - Francesc Miralles

"Entendi de repente que nosso futuro depende de atos tão minímos como o de alimentar um gato ou comprar uma ferrovia de brinquedo. (...) 'Amor em minúscula', pensei, 'esse é o segredo.'"
"Dizem que o primeiro amor tem força porque nos espanta que alguém tenha se fixado em nós.
Você passa a vida em um cárcere que construiu para si mesmo e um dia batem à porta. Alguém veio buscá-lo e você acha que nunca mais ficará sozinho. Mas o que acontece quando você abre a porta e percebe que não há ninguem atrás dela? E se já foi embora? Talvez para você a batida fosse um convite a um longo passeio, tão longo que podeia dirar uma vida, enquanto que para a outra pessoa as batidas tivessem um objetivo mais simples: confirmar que a porta ainda soava."

6 comentários:

direitinho disse...

É realmente isso.Vive-se fechado e quando nos batem à porta já é tarde e foram embora. Continuaremos sós...?...Não
Vamos abrir as asas e os olhos e deixar que voem e encontrem outros olhos e muitas asas capazes de nos entender e de nos abraçar.
Cada dificuldade é um desafio para que cada dia seja diferente na positiva.

cáh disse...

interessante...com este post vc me obrigou a ir atraz deste livro e devora-lo...
um bom find...bj♥

Josi Puchalski Sousa disse...

Perfeito! Tb irei procurar o livro. Belo blog,com textos muito interessantes mesmo. Voltarei sempre!

Posso te linkar?

Beijão

Me visita lá : http://minhasmisturas.blogspot.com/

~ a Juh! disse...

Também quero o livro!
haushuahsuhauhsuhasahu



Tem presente pra você no meu blog. =)
Espero que goste ;)

Beeeeeeeeeijos

~ a Juh! disse...

Tem mais um presentinho pra você lá! =)

Beeeeeeeeeeeeeeijos

Rui Caetano disse...

Uma boa sugestão